All posts filed under: aprendizagens

verter

Leave a comment
aprendizagens

teu maior defeito foi – ao teu ver – não verter qualquer defeito foi permanecer estancado sentado apalpando tua razão . tua maior mentira foi estar sempre coberto da tua intransigente verdade que só revela tua própria vaidade . o teu discurso é falho falido e por ser pouco polido aos berros e gritos envenena tuas veias engasgando teu perdão . o que ganhas com tanta verdade pouco defeito muita razão? . os gestos de […]

aprendizagens III

comments 2
aprendizagens

Faca nos dentes sangue nos olhos veias quentes um abraço ardente: e está feita uma pequena grande revolução. Qual o teu extenso lugar no mundo onde descansa sorrateiramente teu grandioso ego? que te infla, te enche, e te deixa só mas tão só que nem contigo estás faca nos olhos sangue nos dentes. Abraça teus demônios os põe no colo, olha-os nos olhos e com profundo destemor canta uma canção cheia de cuidado e entre […]

ao capital

Leave a comment
aprendizagens

Você não sabe nada sobre as tardes que passei deitada em grama verde admirando as nuvens passearem pelo céu vertiginosamente azul. Não sabes o quão sublime é o bailar da copa das árvores na tua ausência. Não sabes o quanto dançam ao sabor do vento. Você nunca vai saber do sal do mar num mergulho durante uma tarde de terça-feira em dezembro, nem saberá a transcendência disso. Você nada sabe sobre receber o sol na […]

tdah

Leave a comment
aprendizagens

Fiquei aqui pensando no motivo pelo qual procrastino. Ora, procrastinar me soa um belo e sedutor de um trava língua ao qual eu não resisto. Esse enrolar até o céu da boca, essa palavra feminina que apesar de ser verbo não necessariamente indica ação, podendo ser simplesmente uma inclinação ao não fazer, ao contemplar o belo. A letra de uma música, um chamego na felina que pousa no parapeito da janela, a luz amarelo-âmbar do […]

aprendizagens II

aprendizagens

Do amor, assim como da vida e da morte não é possível qualquer certeza: Buscamos de maneira insana nos cercarmos de seguranças sobre estes, desejando incessantemente encontrar um lugar confortável pra repousar nossas demandas, dúvidas e anseios. Assim como do amor, da vida e da morte ninguém escapa, não há também sossego nessa busca inútil e refutável de conforto e certezas. Amor, vida e morte são como borboleta na flor O cheiro da brisa do […]

aprendizagens

Leave a comment
aprendizagens

Pro amor e pra vida ninguém tá pronto Mas desses não foge ninguém O amor e a morte são encontros inevitáveis: Pro primeiro o desencontro é saudade Da morte o desencontro é sorte Pro amor, pra vida e pra morte não há receita Nem remédio A vida nos cura da morte Já o amor nos cura do tédio