qualquer título será em vão

Leave a comment
Uncategorized

lágrimas de quem chora

dentro do mar

águas salgadas

de quem submerge a dor

já não se vê

quem chora

quem mergulha

se é o mar

ou o desamor

são feridas dourando ao sol

são relevos do afeto-vento

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *